Seja bem-vindo
Taquarussu,23/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Corinthians começa jornada na Copa do Brasil contra rival que quase o eliminou há 19 anos

noticiasaominuto.com.br
Corinthians começa jornada na Copa do Brasil contra rival que quase o eliminou há 19 anos
Publicidade

Empolgado pelo empate heroico que arrancou no último dérbi com o Palmeiras, o Corinthians começa sua jornada na Copa do Brasil nesta quinta-feira contra o Cianorte. A bola rola às 20h no Estádio Willie Davids, em Maringá. Trata-se da primeira fase da competição nacional, que paga a maior premiação do futebol nacional aos clubes.



Será um reencontro das equipes paulista e paranaense, que se enfrentaram na edição de 2005. Naquele ano, o Corinthians milionário da época da MSI, com Tevez, Mascherano, Roger Flores, Carlos Alberto e cia teve de lutar muito para evitar um vexame histórico após levar 3 a 0 fora de casa na estreia do técnico Daniel Passarela. Na volta, porém, goleada por 5 a 1 no Pacaembu e classificação corintiana.


O time de António Oliveira reagiu desde que o técnico português chegou e está invicto há três jogos. São duas vitórias e o celebrado empate com o Palmeiras, conquistado com gols nos minutos finais e com dois atletas a menos.


O treinador português não terá Yuri Alberto, que fraturou uma de suas costelas no dérbi. Também continua sem poder escalar Pedro Raul. Por isso, sem seus dois centroavantes, Oliveira terá de improvisar no comando do ataque. As opções são o garoto Arthur Sousa, destaque na Copinha, ou o experiente Pedro Henrique, recém-chegado ao clube.


Cássio não tem presença certa no duelo. O veterano goleiro sofre um trauma no quadril no clássico do domingo e foi reavaliado nos últimos dias. Ele participou parcialmente do treino anterior à partida, mas é improvável que jogue.


Trata-se de um jogo único no qual o Corinthians, por estar mais bem posicionado no ranking da CBF, tem a vantagem do empate para se classificar. O Cianorte, portanto, tem de vencer para se classificar e protagonizar uma zebra na competição.


As duas primeiras fases vão garantir 20 classificados que se juntarão a Athletico-PR, Atlético-MG, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Red Bull Bragantino e o atual campeão São Paulo, representantes do País na Copa Libertadores, além de Ceará, campeão da Copa do Nordeste, Goiás, campeão da Copa Verde, e Vitória, que conquistou o título da Série B.


O campeão da edição de 2024 da Copa do Brasil vai ganhar R$ 95 milhões em premiações. O São Paulo, atual vencedor, recebeu R$ 88,7 milhões acumulativo até o fim do torneio de 2023.


FICHA TÉCNICA


CIANORTE X CORINTHIANS


CIANORTE - Tiepo; Marlon Mykaion, Raphael, Matheus Guedes e Samuel Toscas; Adriano Jr, Juninho, Natham e Júnior Dutra; Vinícius Faria e Guilherme Beléa. Técnico: José Roberto Lucini.


CORINTHIANS - Carlos Miguel; Fagner (Matheuzinho), Félix Torres, Gustavo Henrique e Caetano; Raniele, Maycon e Rodrigo Garro; Romero, Wesley e Arthur Sousa (Pedro Henrique). Técnico: António Oliveira.


ÁRBITRO - Paulo Cesar Zanovelli da Silva (Fifa/MG).


HORÁRIO - 20 horas.


LOCAL - Estádio Willie Davids, em Maringá (PR).


OUTRO JOGO


Em bom momento na temporada, o Coritiba estreia na Copa do Brasil nesta quinta-feira, às 20h, quando visita o Águia-PA, no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá (PA). O adversário, que surpreendeu em 2023, tenta repetir o feito em busca das altas premiações da competição nacional.


Na primeira fase, realizada em jogo único, o time melhor posicionado no Ranking de Clubes da CBF faz o jogo como visitante, mas tem a vantagem do empate. O mandante, por sua vez, precisa aproveitar o fator casa e vencer para avançar.


Pela participação na primeira fase, o Águia já garantiu R$ 750 mil em premiação, enquanto o Coritiba ganhou R$ 1,25 milhão por estar na Série B. Se avançar, o time paraense embolsa mais R$ 900 mil, enquanto os paranaenses ganham R$ 1,4 milhão.


Após o rebaixamento à Série B, o Coritiba começou bem a temporada e tem seis vitórias, três empates e apenas uma derrota no Campeonato Paranaense, brigando pela liderança com o Athletico. O clube nunca conquistou a Copa do Brasil, mas chegou à final duas vezes, em 2011 e 2012, perdendo o título para Vasco e Palmeiras, respectivamente.


Já o Águia vai para sua quinta participação e chega motivado após sua melhor campanha na competição em 2023. Nas duas primeiras fases, eliminou o Botafogo-PB, com vitória por 2 a 1, e Goiás, nos pênaltis, após empate sem gols. Na terceira fase, porém, não conseguiu segurar o Fortaleza, perdendo os dois jogos: 6 a 1 e 2 a 0.


Leia Também: Daniel Alves é condenado a quatro anos e seis meses de prisão

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.