Informativo Cidade - O Portal de Notícias de Taquarussu - MS

MENU
Logo
Domingo, 27 de setembro de 2020

Geral

Cota para compra na fronteira sem impostos aumentará para US$ 500

Medida beneficia quem gosta de "dar um pulo" em Ponta Porã para visitar lojas no lado paraguaio

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
Quem gosta de "dar um pulo" em Ponta Porã para fazer compras no lado paraguaio da fronteira poderá trazer mais produtos (ou itens mais caros) a partir do ano que vem, sem se preocupar em ser barrado pela fiscalização. O limite da isenção de impostos aumentará para US$ 500 por pessoa em janeiro de 2020.

Os novos valores foram publicados na edição desta quinta-feira (14) do Diário Oficial. A medida já havia sido anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), conforme a Agência Brasil. O governo também vai ampliar, a partir do próximo ano, o limite para compras em free shops, que vai passar dos atuais US$ 500 para US$ 1.000.

Free shops ou duty free shops são lojas localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos brasileiros onde os produtos são vendidos sem encargos e tributos.

Há também o limite para compras no exterior, que é US$ 500. Assim, quem viaja ao exterior de avião poderá somar os limites, que totalizam US$ 1.500. Os valores acima das cotas de isenção podem ser tributados pela Receita Federal.

Fonte/Créditos: Correio do Estado

Créditos (Imagem de capa): Ponta Porã, município sul-mato-grossense na fronteira seca com Paraguai - Arquivo/Correio do Estado

Comentários: