Informativo Cidade - O Portal de Notícias de Taquarussu - MS

Dona de Ponto Frio e Casas Bahia terá loja física sem estoque e só mostruário digital

Integração de lojas físicas ao e-commerce é tendência mundial; nova loja deve ser inaugurada no segundo semestre e terá interface
Dona de Ponto Frio e Casas Bahia terá loja física sem estoque e só mostruário digital

Dona de Ponto Frio e Casas Bahia terá loja física sem estoque e só mostruário digital

27/04/2017 20:30
g1.globo.com / Reuters

A varejista de eletroeletrônicos e móveis Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, começará a testar entre agosto e setembro dois novos modelos de lojas físicas. Um deles é uma lojas sem estoque, na qual os clientes poderão interagir com um catálogo digital.
"É um modelo disruptivo...que entendemos que precisamos ter para o futuro", disse o o presidente da companhia, Peter Estermann.
O outro modelo contempla uma loja menor, com exposição de produtos físicos e online por meio de catálogo digital, em um modelo semelhante ao já praticado pela rival Magazine Luiza.
A adoção de formatos de lojas integradas com o e-commerce é uma das grandes tendências do varejo mundial. A ideia é que as pessoas usem a loja como uma espécie de show room, mas que tenham acesso ao estoque total de produtos da empresa e não apenas o que há no estoque de determinada loja.

Resultado

A Via Varejo reportou na véspera lucro líquido de R$ 97 milhões no primeiro trimestre, revertendo prejuízo de R$ 237 milhões registrado no mesmo período de 2016, com crescimento de receita e margem bruta.

Para abril, a previsão da empresa é continuar com resultado positivo de vendas, mesmo com um número menor de dias úteis, que tendem a afetar significativamente o desempenho do setor.

De acordo com Estermann, a companhia ajustou estratégias de venda para compensar os feriados. "Estamos bem preparados", disse ele, sem dar mais detalhes.

Para o restante do trimestre, mesmo com um cenário macroeconômico sem grandes mudanças no curto prazo, o executivo afirmou que "é provável que (a Via Varejo) mantenha o ritmo de vendas" do primeiro trimestre, disse. 

A companhia também prevê que o desempenho da margem bruta do primeiro trimestre será replicado para o resultado do ano, mesmo se mantendo o atual cenário macro, em razão de estratégia comercial unificada entre as vendas físicas e online, entre outros fatores.

No primeiro trimestre, a margem bruta da empresa cresceu para 31,2% ante 26,9% cento um ano antes, favorecida pela evolução de rentabilidade do comércio eletrônico, manutenção da rentabilidade de lojas físicas e impacto positivo da Lei do Bem.

Estermann também disse que espera repetir ao longo do ano o equilíbrio financeiro do negócio online, atingido no primeiro trimestre antes do esperado, dado o forte resultado apresentado pela empresa nos três meses até março.

Empresa à venda

Em relação ao processo de venda da companhia anunciado no ano passado pelo seu controlador, o Grupo Pão de Açúcar, o executivo destacou que a direção da Via Varejo tem conseguido manter o foco na operação.

Para o analista do Credit Suisse Tobias Stingelin, é "reconfortante" ver que Via Varejo não se distraiu com o processo de venda da companhia e que pode continuar a melhorar a rentabilidade à frente.


https://www.informativocidade.com.br/noticia/dona-de-ponto-frio-e-casas-bahia-tera-loja-fisica-sem-estoque-e-so-mostruario-digital

OUVIR NOTÍCIA

A varejista de eletroeletrônicos e móveis Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, começará a testar entre agosto e setembro dois novos modelos de lojas físicas. Um deles é uma lojas sem estoque, na qual os clientes poderão interagir com um catálogo digital.
"É um modelo disruptivo...que entendemos que precisamos ter para o futuro", disse o o presidente da companhia, Peter Estermann.
O outro modelo contempla uma loja menor, com exposição de produtos físicos e online por meio de catálogo digital, em um modelo semelhante ao já praticado pela rival Magazine Luiza.
A adoção de formatos de lojas integradas com o e-commerce é uma das grandes tendências do varejo mundial. A ideia é que as pessoas usem a loja como uma espécie de show room, mas que tenham acesso ao estoque total de produtos da empresa e não apenas o que há no estoque de determinada loja.

Resultado

A Via Varejo reportou na véspera lucro líquido de R$ 97 milhões no primeiro trimestre, revertendo prejuízo de R$ 237 milhões registrado no mesmo período de 2016, com crescimento de receita e margem bruta.

Para abril, a previsão da empresa é continuar com resultado positivo de vendas, mesmo com um número menor de dias úteis, que tendem a afetar significativamente o desempenho do setor.

De acordo com Estermann, a companhia ajustou estratégias de venda para compensar os feriados. "Estamos bem preparados", disse ele, sem dar mais detalhes.

Para o restante do trimestre, mesmo com um cenário macroeconômico sem grandes mudanças no curto prazo, o executivo afirmou que "é provável que (a Via Varejo) mantenha o ritmo de vendas" do primeiro trimestre, disse. 

A companhia também prevê que o desempenho da margem bruta do primeiro trimestre será replicado para o resultado do ano, mesmo se mantendo o atual cenário macro, em razão de estratégia comercial unificada entre as vendas físicas e online, entre outros fatores.

No primeiro trimestre, a margem bruta da empresa cresceu para 31,2% ante 26,9% cento um ano antes, favorecida pela evolução de rentabilidade do comércio eletrônico, manutenção da rentabilidade de lojas físicas e impacto positivo da Lei do Bem.

Estermann também disse que espera repetir ao longo do ano o equilíbrio financeiro do negócio online, atingido no primeiro trimestre antes do esperado, dado o forte resultado apresentado pela empresa nos três meses até março.

Empresa à venda

Em relação ao processo de venda da companhia anunciado no ano passado pelo seu controlador, o Grupo Pão de Açúcar, o executivo destacou que a direção da Via Varejo tem conseguido manter o foco na operação.

Para o analista do Credit Suisse Tobias Stingelin, é "reconfortante" ver que Via Varejo não se distraiu com o processo de venda da companhia e que pode continuar a melhorar a rentabilidade à frente.

Fonte

g1.globo.com / Reuters

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Taquarussu
PROJETO FEIRA LIVRE É SUCESSO EM TAQUARUSSU
PROJETO FEIRA LIVRE É SUCESSO EM TAQUARUSSU
VISUALIZAR
Geral
Crianças do Assentamento Bela Manhã de Taquarussu recebem tarde recreativa em comemoração...
Crianças do Assentamento Bela Manhã de Taquarussu recebem tarde recreativa em comemoração ao dia da Criança
VISUALIZAR
Religião
Diversas manifestação de fé foram realizada em honra a Nossa Senhora Aparecida em Taquarussu
Diversas manifestação de fé foram realizada em honra a Nossa Senhora Aparecida em Taquarussu
VISUALIZAR
Geral
Homenagem a Nossa Senhora de Aparecida Padroeira do Brasil
Homenagem a Nossa Senhora de Aparecida Padroeira do Brasil
VISUALIZAR
Geral
PARABÉNS MATO GROSSO DO SUL
PARABÉNS MATO GROSSO DO SUL
VISUALIZAR
Taquarussu
TAQUARUSSU ELEGE OS NOVOS CONSELHEIROS TUTELARES
TAQUARUSSU ELEGE OS NOVOS CONSELHEIROS TUTELARES
VISUALIZAR
Fale com a redação!