Informativo Cidade - O Portal de Notícias de Taquarussu - MS

Publicidade



Morto em troca de tiros com a polícia era do Paraná

Na troca de tiros, Cleverson foi atingido e morreu logo após dar entrada num hospital de Caarapó.

Foto:Divulgação

O homem morto após troca de tiros com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na noite de sábado (27/4), na MS-156, em Caarapó, foi identificado como Cleverson Luciano de Lima, 32, morador na cidade de Piraquara (PR).

De acordo com as informações policiais, ele conduzia um Ford Edge e não obedeceu ordem de parada. Houve perseguição e, segundo os policiais que participaram da ação, o rapaz realizou vários disparos contra a viatura. 

Na troca de tiros, Cleverson foi atingido e morreu logo após dar entrada num hospital de Caarapó. 

No veículo em que ele estava havia 431 quilos de maconha, nove munições intactas e um revólver calibre 357 com cinco munições deflagradas.

A ocorrência acabou registrada na Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), em Dourados. 

Fonte

douradosnews
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Morto em troca de tiros com a polícia era do Paraná

douradosnews

O homem morto após troca de tiros com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na noite de sábado (27/4), na MS-156, em Caarapó, foi identificado como Cleverson Luciano de Lima, 32, morador na cidade de Piraquara (PR).

De acordo com as informações policiais, ele conduzia um Ford Edge e não obedeceu ordem de parada. Houve perseguição e, segundo os policiais que participaram da ação, o rapaz realizou vários disparos contra a viatura. 

Na troca de tiros, Cleverson foi atingido e morreu logo após dar entrada num hospital de Caarapó. 

No veículo em que ele estava havia 431 quilos de maconha, nove munições intactas e um revólver calibre 357 com cinco munições deflagradas.

A ocorrência acabou registrada na Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira), em Dourados.