Informativo Cidade - O Portal de Notícias de Taquarussu - MS

Reportagem da EBC volta a Mariana quase 4 anos após tragédia

eportagem da EBC volta a Mariana
Reportagem da EBC volta a Mariana quase 4 anos após tragédia
Tomaz Silva/Agência Brasil

Reportagem da EBC volta a Mariana quase 4 anos após tragédia

17/07/2019 10:40
agenciabrasil

A tarde de 5 de novembro de 2015 jamais será esquecida pelos moradores de Bento Rodrigues, subdistrito localizado a 35 km do centro de Mariana (MG). O local foi o mais atingido pelos 39 milhões de metros cúbicos de rejeitos vindos da barragem de Fundão da mineradora Samarco. A tragédia deixou um saldo de 19 mortos. A destruição ambiental atingiu, além de Bento Rodrigues, as comunidades de Paracatu e Gesteira e uma bacia hidrográfica que chega a 230 municípios de Minas Gerais e Espírito Santo.

A destruição causada pela lama resultou, ainda, em centenas de desabrigados. A maioria espera uma solução da Fundação Renova, entidade criada para administrar todas as ações de reparação da tragédia. Seja por reassentamento ou recuperação da propriedade.

É o caso do Wilson dos Santos, de 73 anos, que perdeu casa, cabeças de gado e plantações. Como a maioria dos moradores locais.

Mais de três anos e oito meses após a tragédia, ele e outros moradores aguardam uma solução. A entrega de 240 casas em Bento Rodrigues, prevista para este ano, vai atrasar. Em Paracatu e Gesteira, as obras ainda nem começaram. A equipe da Agência Brasil visitou a região e mostra como atingidos lutam para recuperar a vida que levavam antes da tragédia.


https://www.informativocidade.com.br/noticia/reportagem-da-ebc-volta-a-mariana-quase-4-anos-apos-tragedia

OUVIR NOTÍCIA

A tarde de 5 de novembro de 2015 jamais será esquecida pelos moradores de Bento Rodrigues, subdistrito localizado a 35 km do centro de Mariana (MG). O local foi o mais atingido pelos 39 milhões de metros cúbicos de rejeitos vindos da barragem de Fundão da mineradora Samarco. A tragédia deixou um saldo de 19 mortos. A destruição ambiental atingiu, além de Bento Rodrigues, as comunidades de Paracatu e Gesteira e uma bacia hidrográfica que chega a 230 municípios de Minas Gerais e Espírito Santo.

A destruição causada pela lama resultou, ainda, em centenas de desabrigados. A maioria espera uma solução da Fundação Renova, entidade criada para administrar todas as ações de reparação da tragédia. Seja por reassentamento ou recuperação da propriedade.

É o caso do Wilson dos Santos, de 73 anos, que perdeu casa, cabeças de gado e plantações. Como a maioria dos moradores locais.

Mais de três anos e oito meses após a tragédia, ele e outros moradores aguardam uma solução. A entrega de 240 casas em Bento Rodrigues, prevista para este ano, vai atrasar. Em Paracatu e Gesteira, as obras ainda nem começaram. A equipe da Agência Brasil visitou a região e mostra como atingidos lutam para recuperar a vida que levavam antes da tragédia.

Fonte

agenciabrasil

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Taquarussu
Para mais de 92% de usuários do Hospital Municipal, o atendimento é bom, aponta relatório...
Para mais de 92% de usuários do Hospital Municipal, o atendimento é bom, aponta relatório de satisfação
VISUALIZAR
Policial
Polícia Civil de Taqurussu elucida furto em loja de móveis
Polícia Civil de Taqurussu elucida furto em loja de móveis
VISUALIZAR
Geral
Com lances a partir de R$ 404, mais de 400 veículos são leiloados pelo Detran-MS
Com lances a partir de R$ 404, mais de 400 veículos são leiloados pelo Detran-MS
VISUALIZAR
Taquarussu
Conselheiros Tutelares foram diplomados e tomaram posse em Taquarussu
Conselheiros Tutelares foram diplomados e tomaram posse em Taquarussu
VISUALIZAR
Geral
Irã dispara mísseis contra alvos norte-americanos no Iraque
Irã dispara mísseis contra alvos norte-americanos no Iraque
VISUALIZAR
Policial
Menor que atirou em policiais em Taquarussu é apreendido em Nova Andradina
Menor que atirou em policiais em Taquarussu é apreendido em Nova Andradina
VISUALIZAR
Fale com a redação!